Prisão considerada ‘fábrica de Talibãs