Raquel Dodge quer que PT devolva milhões que gastar na campanha usando nome de Lula

Multas por videomonitoramento em novas vias do Recife
4 de setembro de 2018
Anitta interrompe show e se irrita com brigões em camarote: ‘Podres’
4 de setembro de 2018

A insistência do PT em manter o nome do ex-presidente Lula como candidato pode custar caro para o partido. Segundo a Folha, a “procuradora-geral da República, Raquel Dodge, vai voltar a pressionar o PT na Justiça Eleitoral. Ela prepara recurso para pedir que o TSE mande o partido devolver aos cofres públicos os valores que gastar na campanha presidencial enquanto não anunciar a substituição de Lula na disputa. A maioria da corte considerou o ex-presidente inelegível na sexta (31). A sigla repassou R$ 20 milhões do fundo eleitoral à chapa presidencial –e desembolsou R$14,4 milhões para programas de rádio e TV”.

Apesar de ter sido declarado inelegível após um julgamento histórico no Tribunal Superior Eleitoral, o presidiário continua insistindo em sua candidatura. Raquel Dodge já havia se antecipado ao caso. Ainda segundo a Folhal, a procuradora-geral deve formalizar o pedido contra o PT nesta terça (4). A possibilidade de um garrote financeiro foi abordada durante o julgamento do pedido de registro de Lula, mas o tema não foi apreciado pelos ministros.

Com informações da Folha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *