Raquel Dodge detona o presidiário: “Lula é um detento em pleno cumprimento de pena e não um comentarista de política.”

PT não ganha no tapetão; WhatsAppgate não embaixo dele
20 de outubro de 2018
DOR LOMBAR: O MELHOR EXERCÍCIO PARA VOCÊ FAZER EM CASA PARA ALÍVIO RÁPIDO
21 de outubro de 2018

Além de interferir no processo eleitoral a partir da cadeia, o ex-presidente Lula, que se encontra preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba, continua opinando sobre os desdobramentos políticos no lado de fora da penitenciária. Em um contundente parecer enviado nesta sexta-feira, (19), ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre os pedidos de entrevista com o presidiário, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, foi bastante clara em relação à condição de presidiário do petista

Em resposta contra o pedido feito pelos jornalistas Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, e Florestan Fernandes para que Lula conceda entrevistas dentro da prisão, Raquel Dodge afirmou que “O fato é que ele [Lula] é um detento em pleno cumprimento de pena e não um comentarista de política.”

No parecer, a procuradora defendeu a liberdade de expressão e de imprensa, mas ressaltou que, em algumas situações, há a possibilidade de proibir que presos concedam entrevistas.

Para Dodge, entre as finalidades da condenação de presos está o objetivo de cumprimento da pena “com discrição e sobriedade”.

“Conclui-se que a proibição de que Luiz Inácio Lula da Silva conceda entrevistas em áudio e/ou vídeo, apesar de ser restritiva da sua liberdade de expressão, é medida proporcional e adequada a garantir que as finalidades da pena a ele imposta sejam concretizadas, sendo, portanto, compatível com a ordem jurídica do país”, assinalou a procuradora-geral.

Fonte – http://www.imprensaviva.com/2018/10/raquel-dodge-detona-o-presidiario-lula.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *