Podemos tirar os pedaços mofados da comida e comer o resto?

Museu Nacional: De dinossauros nunca identificados a línguas extintas, o que a ciência perde com o incêndio
5 de setembro de 2018
Melhor que viagra: azeite reduz risco de impotência em até 40%, diz estudo
5 de setembro de 2018

Parece a Lei de Murphy: quanto mais fome você tem mais embolorado estará o seu pão. A maioria das pessoas apenas tira o pedaço mofado e come o restante. Se você é do time que apenas tira o verdinho fora, saiba que por dentro, o pão ainda está bolorento.

De acordo com o Brasil Post, apenas retirar a parte que aparenta mofada, eliminando os esporos do fungo, não elimina suas raízes. Chamadas de hifas, elas não se enterrando profundamente no alimento e é lá que a micotoxinas são produzidas. E, acredite, você não vai querer comer micotoxinas.

Ver o bolor, na verdade, significa que ele já está tão enraizado, que já se tornou até aparente. “Quando conseguimos ver estes microrganismos a olho nu, isto significa que há uma imensa quantidade deles nos alimentos”, diz o biólogo Marco Antonio Marques, em um informativo da Fiocruz.

Nem todos os fungos fazem mal, e na verdade, a maior parte deles é inofensivo. Eles são usados para fazer cerveja, queijos, pães de fermentação natural. O problema é que não há como saber se aquele tipo exato de fungo que está no último pedaço de pão é prejudicial ou não. Ainda de acordo com o Brasil Post, existem fortes indícios de que a aflatoxina, substância produzida por fungos em amendoins e outras oleaginosas, é altamente cancerígena.

https://www.noticiasaominuto.com.br/lifestyle/647302/podemos-tirar-os-pedacos-mofados-da-comida-e-comer-o-resto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *