Isolado, Barbosa diz que sai do STF ”de alma leve”

Câmara Municipal do Recife vai abrir concurso com 78 vagas
2 de julho de 2014
Duelo Brasil x Argentina na torcida tem provocações, ‘quase brigas’ e abraços no fim
2 de julho de 2014

 Na última sessão de julgamentos como presidente do Supremo Tribunal Federal, o ministro Joaquim Barbosa sintetizou o que foi sua gestão no comando da Corte: quebrou protocolos, não fez discursos nem balanços, deixou discretamente o plenário e foi alvo de reclamações de colegas. Ele disse que deixa o Supremo de “alma leve”.

As críticas mais contundentes partiram do ministro Marco Aurélio Mello, o mais antigo presente aos julgamentos de ontem. Em breve discurso no qual desejou sucesso ao futuro presidente do STF, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio afirmou que é necessário resgatar a liturgia da chefia do Judiciário. Em seguida, afirmou a jornalistas que o padrão do STF ficou “arranhado” na administração de Barbosa.  (De O Estado de S.Paulo –Mariângela Gallucci)

Continue lendo aí: Isolado, Barbosa afirma que sai do Supremo de ‘alma leve’

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *