Histórico
2 de novembro de 2011
Uma nova guerra na TV: Rede Globo investe no mercado evangélico
3 de novembro de 2011

cidade-de-bom-jardim-pe

Histórico de Bom Jardim-PE

 Envolta em poética lenda está a fundação de Bom Jardim. Conta-se que, no início do século XVIII, a rico fazendeiro pertenciam as terras em que hoje se localiza

 o Município. A fim de dar assistência religiosa aos moradores locais, seu proprietário contratou um capelão, que edificou sua morada numa elevação, rodeada de frondosas árvores, entre as quais se destacavam os paus-d’arco, pela beleza do colorido das flôres.

 Um riacho circundava a floresta. Diariamente, ao nascer do sol, o velho cura

 orava e se extasiava com a beleza do sítio que sua vista dominava. Era um jardim

 majestoso, que até árvores de ouro ostentava, tal a impressão que Ihe davam as flôres

 amarelas dos paus-d’arco, banhadas pelos raios de sol. Certa vez exclamou: “Bom  Jardim, sim é um bom jardim! De hoje em diante, este curato se chamara Bom  Jardim”.

 Desde que foi erigida a Capela, em homenagem a Nossa Senhora Santana, o

 povoado começou a crescer, habitado por mercadores de algodão do sertão da

 Paraíba. O arruamento aumentou depressa, com o movimento dos tropeiros que iam

 buscar aquele produto em Campina Grande, para beneficiá-lo no Recife.

 Em 1876, os missionários capuchinhos construíram a bela Igreja Matriz, emestilo toscano. Dezessete anos depois, foi eleito o primeiro prefeito republicano. A luz elétrica foi inaugurada em 1923.

 Gentílico: bom-jardinense

 Formação Administrativa

 Distrito criado com a denominação de Bom Jardim criado, em 1757 e por

 Alvará de 16-08-1800, subordinado ao município de Limoeiro.

 Elevado à categoria de vila com a denominação de Bom Jardim, pela lei

 provincial nº 922, de 19-05-1870, desmembrado de Limoeiro. Sede na vila de Bom

 Jardim. Constituído do distrito sede. Instalado em 19-07-1871.

 Elevado à categoria de cidade, Por força da lei provincial nº 1327, de 04-02-1879.

 Pela lei municipal nº 3, de 27-04-1893, é criado o distrito de Surubim e anexado ao município de Bom Jardim. Pela lei estadual nº 991, de 01-07-1909, desmembra do município de Bom Jardim o distrito de Surubim. Elevado à categoria de município. Em divisão administrativa referente ao de 1911, o município é constituído do distrito sede. Pelo ato municipal de 27-03-1931, é criado o distrito de João Alfredo e anexado ao município de Bom Jardim

 Em divisão administrativa referente ao de 1933, o município é constituído de 2 distritos: Bom Jardim e João Alfredo.

 Pela lei estadual nº 23, de 10-10-1935, desmembra do município de Bom Jardim

 o distrito de João Alfredo. Elevado à categoria de município. Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município aparece constituído de 4 distritos: Bom Jardim, Bizarra, Machados e São Paulo. Pelo decreto-lei estadual nº 235, de 09-12-1938, o distrito de São Paulo foi extinto, sendo seu território anexado ao distrito sede de Bom Jardim. Pelo decreto-lei estadual nº 92, de 31-03-1938, o município de Bom Jardim a adquiriu do município de Limoeiro o distrito de Cedro. Pelo decreto-lei nº 952, de 31-12-1943, o distrito de Cedro passou a denominar-se Urucubá. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município é constituído de 4 distritos: Bom Jardim, Bizarra, Machados e Urucubá ex-Cedro. Pelo decreto-lei estadual nº 1117, de 14-02-1945, transfere o distrito de Urucubá do município de Bom Jardim para o de Limoeiro. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 3 distritos: Bom Jardim, Bizarra, Machados. Pela lei municipal n.° 2, de 29-12-1953, é criado o distrito de Tamboatá e anexado ao município de Bom Jardim. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 4 distritos: Bom Jardim, Bizarra, Machados e Tamboatá. Assim permanecendo em divisão territorial datada de I-VII-1960. Pela lei estadual nº 4994, de 20-12-1963, desmembra do município de Bom Jardim o distrito de Machados. Elevado à categoria de município Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3

 distritos: Bom Jardim, Bizarra e Tamboatá. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

 Fonte: IBGE

zé carlos 2

Estação do Trem – Hoje Prefeitura Municipal

Sem título-digitalizado-04 (2)

Pedra do Navio

fotos (12)

Rua da Palha ao fundo Capela de São Sebastião

coca

Rua do Sindicado e Varejão Bomjardinense

fotos (10)

Vista Vila Noelãndia

fotos (11)

Praça da Bomba em frente a prefeitua

x (9)

Praça de São Sebastião

x (8)

 Matriz de Sant´Ana

fotos (14)

Ladeira do Antigo Cinema –  Rua Dr. Osvaldo Lima

fotos (17)

Ponte do Catolé – Vila Noelândia

FGinásio

Ginásio 19 de julho – Vila Noelândia

Prça do Alto do Carmo

x (6)

Antiga Feira subida da Matriz

x (5)

Praça  Alto do Carmo

1Praça  Alto do Carmo

4

Banda Musical

x (12) x (11) x (10) x (4) fotos fotos (35) fotos (34) fotos (33) fotos (23) fotos (20) fotos (15) fotos (13)

Dodó Félix

Foi lá na Rua Grande, em época remota,
que tudo começou, quando os irmãos Coutinho
chegaram pra ocupar da sesmaria a cota,
fixando-se no outeiro, entre flores e espinho.

Vieram de Além-Mar: de Lisboa ou do Minho,
integrantes talvez de aventureira frota,
no Brasil aportando, ao final do caminho,
após vencer do mar a travessia ignota.

Encantados decerto ante a paisagem de ouro,
julgaram descobrir enfim algum tesouro
naquela terra estranha e rica em novidade.

Ali nasceu então um novo aldeamento,
que cresceu, prosperou e do seu incremento
resultou Bom Jardim – esplêndida cidade!

Bom Jardim, 27/9/2004

6 Comentários

  1. genacio martins disse:

    se fosse possivel colocar as datas nessas fotos ,seriam uma boa. parabens, para quem teve essa otima ideia. eu com des anos, conheci esse mane-mane.

  2. Marcos Mends disse:

    Que bom conheçer um pouco de nossas historias e ver como era nossa terra natal antes destas tecnologia que temos hoje.
    muito bom mesmo e concordo com o comentario antes, bom seria realemente ver as datas nas fotos .
    mais adorei, sempre que posso tiro um tempo para ver as postagens neste site de Bom jardim .

    Parabens .

  3. josecelio disse:

    E com grade alegria que comteplamos BOMJARDIM a principio RIO TRACUNHANHEM Onde os SAPOS cantavam advinhando as Chuvas e os mais antigos diziam o inverno vem ai.HOJE NÃO ALGUNS BNJARDINENSES ESTÃO COSTURANDO A BOCA DOS MESMOS PARA NÃO GRITAREM PROCLAMANDO SUAS ALEGRIAS QUE COISA TRISTE UMA CIDADE COM MAIS DE l00 ANOS E AINDA TEM GENTE COM TAMANHA ATITUDE DIABÒLICA FIQUEI REVOLTADÍSSIMO COM O QUE VI UM SAPO COM A BOCA COSTURADA O RIO NÃO( VAI MAIS TER CANTORES TALVEZ PARA OS SAPOS NÃO DENU NCIAREM A SUGEIRA>

  4. RSILVA disse:

    realmente jose celio minha vizinha viu tambem um sapo com a boca costurada i uma foto colada em cima dos 2 sapo la no posso fundo perto da academia da cidade isso são pessoas que tem o diabo no coração.

  5. Chico Mendes disse:

    É com o maior prazer que digo que sou filho desse pedaço do cèu, estudei no raimundo Honório, colegio Santana, e Ginasio 19 de Julho, tive o prazer de conher mané mané, mestre teté, zé bagre, bio de bolão, didi de hermes, quió, seu lauro, zé alemão, joão do bonde, bio gaião, bio de dona pipinha, seu julio do doce com sua trompa, por fim esta banda de musica que só fez engrandecer o nome desta terra, tomei muito banho no catolé, pessoas flocoricas como miquinha, zefa serra, o parque lima, o cinema de zé gaião e suas serieis semanais, arnaldo de niseia que só torcia pelos bandidos, madre odila, e outras tantas freiras, lula do boi, barriquinha, chefrolé, ré, maria lambú, seu bio de cersso, mané de chico duda, falar de Bom Jardim é facio, dificio é amala, meu bom jardim te quero bem, é meu prazer é meu afeto viver contigo, quererte bem, este é meu bom jardim.

  6. Sérgio Mendonça disse:

    Conheci uma pessoa de Bom Jardim -PE ., portanto procurei conhece-la ( cidade) , infelismente de forma virtual, gostaria de conhece-la, em carne e osso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *