Em discurso de Ano Novo, líder norte-coreano diz que mantém ‘botão nuclear’ na mesa, mas oferece diálogo