EDUCAÇÃO Pernambuco tem maior média de educação do Norte e Nordeste, segundo Saeb

Cover de Jojo Todynho ganha fama e irrita cantora: ‘Sou única’
30 de agosto de 2018
Chá mate tem cafeina? Descubra!
31 de agosto de 2018

Seis estados pioraram os resultados de 2015 para 2017 tanto em português quanto em matemática

Em uma escala que vai de 0 a 8, o país ficou no nível 2 na disciplina de português, mesmo nível em matemática que vai de 0 a 10 / Foto: Pixabay

Em uma escala que vai de 0 a 8, o país ficou no nível 2 na disciplina de português, mesmo nível em matemática que vai de 0 a 10
Foto: Pixabay
JC Online
Com informações da ABr

Entre os 16 estados do Norte e Nordeste, Pernambuco tem a maior média em nível básico de conhecimentos em língua portuguesa e matemática, segundo resultados do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), divulgados nesta quinta-feira (30) pelo Ministério da Educação (MEC). Estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste também ficaram acima da média, com exceção de Rondônia.

Seis estados pioraram os resultados de 2015 para 2017 tanto em português quanto em matemática. São eles: Amazonas, Amapá, Bahia, Mato Grosso do Sul, Pará e Roraima. Além desses estados, o Rio Grande do Norte piorou o resultado apenas em matemática; e Distrito Federal, Mato Grosso, Pernambuco, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo pioraram apenas em língua portuguesa.

MÉDIA NACIONAL

Em português, os estudantes alcançaram, em média, 268 pontos, o que coloca o País no nível 2, em uma escala que vai de 0 a 8. Até o nível 3, o aprendizado é considerado insuficiente pelo MEC. A partir do nível 4, o aprendizado é considerado básico e a partir do nível 7 é avançado. Na prática, isso significa que os brasileiros deixam a escola provavelmente sem conseguir reconhecer o tema de uma crônica ou identificar a informação principal em uma reportagem.

Em matemática, os estudantes alcançaram, em média, 270 pontos, o que coloca o país no nível 2, de uma escala que vai de 0 a 10, e segue a mesma classificação em língua portuguesa. A maior parte dos estudantes do País não é capaz, por exemplo, de resolver problemas utilizando soma, subtração, multiplicação e divisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *