É preciso atenção na hora de escolher óculos de sol

Torta de nissin miojo talharim
14 de janeiro de 2020
Preço da gasolina e diesel vai baixar nas refinarias, diz a Petrobras
14 de janeiro de 2020

Acessório sem qualidade pode causar danos à saúde ocular, alertam especialistas

Com a chegada do verão aumenta o uso de óculos escuros na tentativa de proteger os olhos dos raios solares. É justamente neste período que a população vai à praia com mais frequência e se expõe a uma maior incidência dos raios ultravioletas. Contudo, pensando em economizar dinheiro muitas pessoas acabam recorrendo aos óculos de procedência duvidosa e ignoram os males que eles podem causar.

Especialistas alertam que o artigo de proteção, também usado acessório de moda, necessita uma maior atenção no momento de sua escolha. Ainda segundo oftalmologistas, adquirir produtos sem as especificações adequadas representa um grande risco à saúde ocular, podendo adiantar o aparecimento de doenças nos olhos (ver arte).

“Eu mal uso óculos escuros. Uso umas duas vezes a cada cinco anos. Então, eu escolho o de camelô mesmo por causa do estilo”, contou a consumidora Kennya Galvão, 25 anos. A preocupação maior com o estilo e moda em vez da saúde ocular foi observada também em uma pesquisa “Consumo de Óculos Solares Falsificados Por Jovens: Um Estudo Em Uma Cidade de Fronteira” divulgada em 2019 na revista UNILUS, da Universidade Federal do Pampa. “Os jovens pesquisados possuem ciência de que estão expostos a riscos provenientes do uso de óculos falsificados, mas mesmo assim ainda continuam comprando”, ressaltou a publicação.

Cuidados com os olhos

Cuidados com os olhos – Crédito: Arte/Folha de Pernambuco

Oftalmologista especialista em retina clínica, Adriana L. Gois salientou que o costume é se preocupar com a pele, já que o efeito na visão vem, na maioria das vezes, após um período maior de exposição. “O sol emite raios ultravioleta que a gente sabe bem que fazem mal para pele, mas esses raios também podem trazer alterações para a visão. Existem algumas doenças da parte da superfície ocular que podem ser intensificadas pela falta de proteção UV”, contou. Quando o olho está em um ambiente de luz forte a pupila retrai, captando menos luz.

Já em um ambiente mais escuro, a pupila se mantém em tamanho normal, recebendo uma quantidade maior de iluminação, destacou Adriana. Ao usar óculos de sol sem proteção, o usuário “engana” a visão, fazendo com que a pupila continue no tamanho normal, mas desprotegida da radiação ultravioleta. “Melhor não usar nada a usar óculos sem proteção, já que sua pupila vai se proteger da incidência melhor que um par de óculos sem proteção UV”, explicou a especialista.

Françoase de Freitas, 21, prefere comprar óculos de marcas conhecidas. “Eu gosto muito de praia e quando os óculos não têm proteção me sinto mais segura em usar no sol. Além da durabilidade dos óculos de marca, que eu confio mais”, salientou. Para ela, além de proporcionar um estilo os óculos precisa também expressar um cuidado com a visão. 

Fonte – https://www.folhape.com.br/noticias/noticias/saude/2020/01/14/NWS,127641,70,613,NOTICIAS,2190-E-PRECISO-ATENCAO-HORA-ESCOLHER-OCULOS-SOL.aspx

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *