Cocô em bolinhas, tipo ‘fezes de cabrito’, o que pode ser?

Cachorro com Sangue nas fezes
17 de julho de 2018
Pão árabe
17 de julho de 2018

As fezes são um meio bastante eficaz de identificar problemas em nossa saúde gastrointestinal. Elas revelam informações importantes sobre a qualidade do que comemos e sobre o funcionamento de todo o sistema digestório, desde a boca até o ânus. Por isso, mesmo que não seja a tarefa mais agradável de todas, é necessário prestar um pouco mais de atenção aos nossos excrementos, de maneira a garantir que eles tenham sempre um aspecto saudável. A análise das fezes é tão importante quanto medir a pressão arterial, por exemplo.

Aspectos como cor, consistência e frequência das fezes nos ajudam a saber se estamos nos alimentando corretamente, se há alguma doença impedindo o bom funcionamento do intestino ou até mesmo se há algum problema psicológico afetando a digestão (como é altamente comum em casos de altos níveis de estresse e ansiedade). Para lhe ajudar a analisar melhor o seu cocô, neste artigo do umCOMO responderemos à pergunta “Cocô em bolinhas, tipo fezes de cabrito, o que pode ser?” e outras informações essenciais. Continue lendo!

Cocô em bolinhas – o que pode ser?

As formas do cocô geralmente estão relacionadas à sua consistência. A consistência, por sua vez, nos indica quanto tempo as fezes demoraram para ser evacuadas. A partir dessa informação, conseguimos identificar facilmente alguns problemas relacionados ao aspecto de fezes igual de cabrito.

À medida que os alimentos consumidos passam pelo trato digestivo, a água e os nutrientes presentes neles vão sendo, aos poucos, absorvidos pelo organismo. Aquilo que o corpo não consegue aproveitar forma o bolo fecal que, através de contrações musculares da parede do intestino, é empurrado para fora do corpo humano.

No entanto, algum fator pode causar o enfraquecimento dessas contrações, originando um acúmulo do bolo fecal no intestino e fazendo com que ele tome mais tempo para ser evacuado. O grande problema é que, quanto mais as fezes demoram para ser evacuadas, o corpo reabsorve a água do resíduo e ele acaba ficando cada vez mais endurecido. Todo esse processo resulta no que conhecemos como prisão de ventre ou constipação.

O aspecto de “bolinha”, por sua vez, está intimamente ligado a todo esse processo intestinal. É uma característica da disbiose (desequilíbrio da flora intestinal que reduz a absorção de nutrientes e causa carência de vitaminas), e pode estar relacionada a alguma inflamação do intestino. Esse tipo de fezes costuma ser muito sólido, podendo machucar os tecidos e causando grande dificuldade na hora de defecar. As fezes que possuem tal aspecto sofrem grande reabsorção de água, estando diretamente ligadas à constipação do intestino.

Cores das fezes

Outro aspecto importante a respeito das fezes é justamente sua coloração.

Fezes verdes

Coloração esverdeada nas fezes indica que elas passaram rápido demais pelo intestino e não tiveram tempo para a bílis se modificar e dar o tom mais amarronzado de costume. Geralmente, possui duas causas:

  1. Alimentação: uma alimentação rica em verduras ou vegetais com clorofila pode mudar a coloração das fezes. Nesse caso, elas voltam a adquirir sua tonalidade normal após o corpo expulsar todos os restos da comida.
  2. Diarreia: a diarreia faz com que a evacuação seja muito rápida, fazendo com que o bolo fecal passe depressa pelo intestino.

Fezes escuras

Fezes escuras ou empretecidas podem indicar hemorragia no trato intestinal superior (esôfago, estômago ou intestino delgado). Também podem indicar que o paciente está tomando suplementos de ferro, tratamento comum para a anemia.

Outra causa comum para o aparecimento de fezes escuras é a alimentação. Veja mais no artigo “Alimentos que causam fezes escuras”.

Para mais informações a respeito da coloração das fezes, acesse este outro artigo do umCOMO “Cor das fezes e doenças – aprenda a identificá-las”.

É normal encontrar uma pequena quantidade de muco nas fezes, podendo essa viscosidade ser transparente ou adquirir tons mais esbranquiçados, amarelados ou esverdeados. O muco serve para facilitar a passagem da comida pelo intestino, lubrificando-o, garantindo assim que as membranas do estômago sejam protegidas, bem como os ácidos do intestino.

Entretanto, em casos de diarreia ou de constipação, o muco nas fezes fica ainda mais aparente. Pode ser necessário consultar um especialista caso há presença anormal de muco por mais de uma semana, e caso ele venha acompanhado de sangue e fortes dores abdominais.

Este artigo é meramente informativo, no umCOMO não temos capacidade de receitar nenhum tratamento médico nem realizar nenhum tipo de diagnóstico. Convidamos você a recorrer a um médico no caso de apresentar qualquer tipo de condição ou mal-estar.

Nathália Oliveira

https://saude.umcomo.com.br/artigo/coco-em-bolinhas-tipo-fezes-de-cabrito-o-que-pode-ser-28834.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *